terça-feira, 10 de junho de 2008

Adolescente é atacado por tubarão em praia de Pernambuco




POrque desta vez a imprensa não fez esta noticia pelo Brasil?
Provavelmente não querem espantar os seus turistas, ai "abafam o caso".
Alguma providência deveria ser tomada "ou deveria ser tomada", antes de terem feito o Porto de Suape.
Agora, segure seus pés, bundas, braços e o corpo todo antes de entar no mar de Piedade e Boa Vigem por que o tubarão vai agir no instinto dele.


Ele foi mordido nas nádegas e mão esquerda
O adolescente Wellington dos Santos, de 14 anos, foi atacado por um tubarão na tarde deste domingo na praia de Piedade, no município metropolitano de Jaboatão dos Guararapes, vizinho ao Recife. De acordo com o Corpo de Bombeiros, ele tomava banho defronte à Igrejinha de Piedade, no posto 4, local onde ocorreram vários ataques do animal.

Wellington foi mordido nas nádegas e mão esquerda e foi levado para o hospital da Restauração, no Recife. De 1992 a 2007 foram registrados 50 ataques de tubarão em Pernambuco. O número de incidentes reduziu nos últimos anos depois de campanhas informativas e proibição da prática do surfe em uma faixa de cerca de 20 quilômetros de praias da região metropolitana.

Um comentário:

No céu é sempre domingo disse...

Oi Lily
Pois é infelizmente mais um ataque por aqui.
Não sabia e que o fato não foi divulgado “nacionalmente”, entre aspas, pois a internet divulgou o fato. Pq não tomaram medidas corretas na construção do Porto? é uma pergunta que todos fazem, mas é bem verdade que as preocupações ambientais é bem atual. Né mesmo? Infelizmente, claro.
Banho aqui realmente não é uma boa idéia, ao menos em certos horários e com certas medidas, eu particularmente prefiro cadeiras sol e chuveiros hehehehe
Mas, a saber: o garoto mordido desobedeceu 9 das 10 precauções contra acidentes, além de tomar banho em área com placa de proibição, após os arrecifes, e mais estava embriagado. Como falei na postagem que fiz no meu blog de biologia, qualquer educação ou conscientização só tem validade se a população faz sua parte. O problema existe e deve mesmo ser publicado, mas vale saber que após o projeto da UFRPE e a parceria da pop. há dois anos não havia ataque. Isso é muito bom.
Bjão pra ti.