sexta-feira, 31 de outubro de 2008

Será isto o fim do Amor?

Amanheceu, o sol desponta
Passarinhos cantam, atarefados
A natureza não desaponta
Os seus filhos apaixonados
De súbito, um frioSinto um enorme vazio
Onde estás o meu amado?
Procuro-te, mas nada!
Pobre de mim
Que ama mas não é amado
A tristeza não tem fim!
A paixão é um pecado
Que se paga com a dor
Será isto o fim do amor?

Um comentário:

Welbert disse...

Oi lily,lindo texto!
poetiza!poetiza!